NADA DE TUDO

quarta-feira, 18 de março de 2009

Galvão, Eterno



Inspirado daqui

Um comentário:

Alexandre Fonseca disse...

huhauhahahahaha
Cara, realmente já tava na hora do Galvão pendurar as chuteiras...não é possivel um negocio desses.
Mas uma coisa é certa...ele era a alegria da familia brasileira nos jogos e corridas (hahahaha
Realmente sentirei sua falta.